Do amanhã acabar por ser sempre outra história

Natalie Portman
Natalie Portman

Eu sou burra. Acredito nas pessoas. Acredito que estas possam ser boas, que tenham sentimentos verdadeiros, que não hajam pelo simples interesse próprio. Se eu gosto de ajudar os outros pelo simples prazer de os ver felizes, os outros também não podem ser assim? Não, não podem.

Esta maneira de ser tem-me dado alguns dissabores. Sofro que me farto.

No entanto, a verdade é que a vida tem sido minha amiga. É que normalmente as pessoas que abusam da minha confiança, mais tarde ou mais cedo, levam a paga. E eu, já curada do sofrimento, sorrio, olho para o céu e agradeço porque Deus lá me vinga.

É o que vai acontecer desta vez, mais uma vez. Esta semana apanhei uma desilusão que até me deixou zonza. Caí. Já me levantei e daqui a uns tempos, quando já não me lembrar, lá há-de vir a pessoa ter comigo, de mansinho, arrependida. Será demasiado tarde.

Não quero o mal de ninguém, mas que sabe bem ver quem gozou connosco a definhar, sabe.

Agora falando diretamente para ti: vais levar uma bofetada da vida que até vais ficar zonzo (como me deixaste a mim). E depois direi, ironicamente, são vidas… É que sabes? Deus ajuda os bons. Não os maus, como tu. Prepara-te. O karma é lixado.

 

Anúncios

4 Replies to “Do amanhã acabar por ser sempre outra história”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s