Das palavras que podiam ser minhas

Liv Tyler
Liv Tyler

Faz-me confusão a banalidade com que são tratados os sentimentos alheios. (…) Nunca sentimos o que os outros sentem, nunca imaginamos sequer. uma perda igual pode ser sentida de mil maneiras diferentes, todas legítimas, sem graus, sem classificações. as palavras são tudo mas a ausência delas também. há alturas em que o silêncio é melhor. diz mais. apoia mais. não magoa. o silêncio é bom. e há muita falta de silêncio. as pessoas às falam tanto que, além de não ouvir os outros também não se ouvem a si.

Palavras sábias, muito sábias da minha doce e adorada Ana.

Anúncios

2 Replies to “Das palavras que podiam ser minhas”

  1. Sim, o silêncio tem o principal objectivo de te ouvires a ti próprio. Devemos escutar-nos com atenção e carinho. 🙂 O mesmo carinho com que ouviríamos alguém que nos é imensamente querido. beijinhos e boa semana!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s