Keep calm and remain silent

(…) A tentativa de manipulação da opinião pública com ataques permanentes à tua dignidade como mulher, ao teu bom nome. Uma raiva cega e doentia com eco em alguns órgãos de informação que sem qualquer rigor ou critério, pensando puramente em vender, publicaram “notícias” falsas que cumpriam um único objectivo: a tua destruição e descredibilização.

Do outro lado tu, em silêncio. Sempre em silêncio, tentando com essa atitude, proteger os teus filhos. Só um amor gigante permite essa resiliência. (…)

(…) o teu silêncio grita.

Palavras de Rita Ferro Rodrigues para Bárbara Guimarães, no blogue Maria Capaz

Li-as e senti-as como se fossem para mim. Uma separação não é fácil, mesmo quando ambas as partes conseguem ser cordiais. Mas quando não são, quando há violência física e emocional com filhos à mistura, a dor, bem a dor, é destruidora. E é preciso ter um grande equilíbrio para se aguentar tudo como se nada fosse: levantar da cama, continuar a trabalhar, sorrir quando nos apetece chorar, manter uma conversa de circunstância quando nos apetece estar caladas e tentar não nos revoltarmos através do amor aos nossos filhos. Por isso é que eu digo que a minha Filha nunca ouvirá da minha boca uma palavra contra o Pai. Nem a minha Filha nem ninguém fora do meu núcleo familiar. Nunca. Se um dia, mais tarde, ela me perguntar contarei a história de forma muito natural. Por mim jamais saberá da traição, da violência a que fui sujeita, das atitudes dissimuladas, das mentiras, das mentiras, das mentiras, da maldade que faz questão de manter como forma de vingança por ter descoberto a sua vida paralela e não a ter aceite. Porque acima de tudo é o Pai dela. O que faço então? Silencio-me e luto através da justiça. É por aí que tenho vencido e continuarei a vencer.

Infelizmente identifico-me muitíssimo com o que a Bárbara Guimarães está a passar e pelo que observo, parece-me que estamos perante uma grande mulher, mas acima de tudo de uma enorme Mãe.

Anúncios

One Reply to “Keep calm and remain silent”

  1. Estou de fora de uma situação assim mas imagino que seja extremamente difícil e complicado passar por algo do género.
    Bato palmas de pé a quem consegue sair ileso duma guerra destas, quem vence todas as batalhas dignamente.
    E tu, minha querida, continua assim, porque um dia serás recompensada. 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s