Da minha Irmãzinha

tumblr_nnc6qurONH1rq6lflo1_540

 

Quando ela nasceu não achei grande graça. Era filha e neta única e ter de partilhar o espaço com uma bebé, para quem todos olhavam, não foi muito agradável. Aos dois anos de idade a minha Mãe decidiu que ela devia ir dormir comigo. Eu tinha uma cama de casal. Ainda me lembro da primeira noite, em que não dormi quase nada com medo de ao mexer-me a magoar.

Fomos crescendo e partilhando o quarto, as coisas e as confidências. Quando saí de casa ela estranhou, custava-lhe ter um quarto só para ela.

E com quem é que nós iríamos desabafar à noite? Optámos por fazê-lo durante o dia, por e-mail. Sozinhas, uma sem a outra é que não poderíamos estar. E assim fizemos e assim continuamos a fazer. Todos os dias. Começa com um “bom dia” e segue o dia todo, até ao “dorme bem”.

29 anos passados ela é a minha melhor amiga, a minha companheira de todas as horas. É maravilhoso tê-la na minha vida. Temos os nossos amuos, que são bem resolvidos. Ela cresceu. Tornou-se uma mulher linda, sensata e madura. É ela que diz que estou linda quando me sinto uma abóbora, é ela que elogia a minha comida, é com ela que a gargalhada é mais alta, é ela que me chama à razão e me chama “parva” sem que eu me ofenda, que sabe só de olhar para mim o que tenho.

Hoje é o seu dia. Um dia muito feliz, doce e generoso. Como ela.

Anúncios

2 Replies to “Da minha Irmãzinha”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s