Das mercearias de bairro

Ao sábado quando levo a minha Filha à dança contemporânea numa aldeia perto da nossa casa, aproveito para fazer coisas que preciso. Certo dia, numa ida à farmácia, descobri uma mercearia de bairro amorosa e agora todos os sábados lá estou eu.

A proprietária é a Ângela, mulher da minha idade, que está ao balcão e conhece muito bem todos os seus clientes, maioritariamente velhinhas, que todos os dias lá vão.

Gosto da fruta, do pão de centeio, dos pães de leite da padaria, dos queijos do Alentejo, dos ramos de louro pendurados no tecto. Gosto do ambiente. Gosto daquelas conversas. Adoro mercearias de bairro.

tumblr_o3im3qOagb1uy0j08o1_1280

tumblr_m3nllkb94u1rov8aho1_540 tumblr_m6c28xq3Ta1ryp4qio1_540 tumblr_mn3lu40vc01sr8jcto1_540 tumblr_n2s4o27z5c1rwy6s8o1_1280

Anúncios

One Reply to “Das mercearias de bairro”

  1. Oiêeee,
    que lugar lindo… ah! coloriu-me os olhos!
    Lugar de sonho! … Aqui, em minha cidade, não há nada, nem de perto! Tudo agora são caixas retas que abrigam na maioria produtos razoáveis… mas essas cores, essas formas, nem comparação… respira com os olhos o amor!
    Bjkas
    Mila

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s